:: Economiabr.net - dezembro de 2001 - edição n.01

Edição anteriores

:: Economia

Brasil: Neoliberalismo?
Os liberais acreditam na liberdade de mercado, onde, baseado no empreendedorismo e na livre-iniciativa, acredita-se que o Estado deve fornecer condições básicas iguais, proporcionando, desta forma, a oportunidade para que os cidadãos desenvolvam suas potencialidades. Para isso, o Estado deve interferir de modo mínimo no mercado, concentrando suas atividades nas áreas de saúde, segurança e educação.
( Márcio C. Coimbra, 2001-11-18)

O fim do exuberante ciclo de crescimento econômico norte-americano
Muito antes dos ataques terroristas desfechados contra o World Trade Center e o Pentágono a economia norte-americana já apresentava uma forte desaceleração, culpa do aperto na política monetária imposto pelo FED no ano passado, que objetivava segurar a inflação. Com os atentados de 11 de setembro o país sofre um dos piores golpes de suas história, e nem mesmo as seguidas reduções de suas taxas de juros conseguem afastar o perigo de um colapso sem precedentes em sua economia.
(Fernando Gomiero, 2001-10-22)

Os erros do Brasil
No Brasil, tributa-se mais o trabalho do que o capital. Comete-se o erro de tributar a pouca renda dos mais pobres, ao passo que as grandes fortunas, saem incólumes desse processo de tributação (..) subsidia-se produtos importados, mas comete o erro de não incentivar o produtor nacional`. Nossos governantes, quando em viagens ao exterior, falam o que os estrangeiros querem ouvir, mais em solo brasileiro, não fazem o que o nosso povo tanto quer. Os intelectuais produzem excepcionais artigos, escrevem best sellers, falam vários idiomas, mais são incapazes de falar a linguagem do povo simples e sofrido dessa terra. Até quando seremos capazes de aguentar calados a tantos erros? 
(Marcus Eduardo de Oliveira, 2001-11-18)

FMI pressiona Argentina para pôr fim à conversibilidade
No fim de semana passado já havia rumores de que o Fundo estaria a pressionar o governo De la Rúa a mudar o modelo econômico. Autoridades do FMI estão em Buenos Aires para avaliar as contas do governo que, sabe-se, não fecharão o ano conforme havia sido combinado com o organismo. Segundo o Clarín, durante uma reunião recente no Canadá, a vice-diretora-gerente do Fundo, Anne Krueger, teria dito a Cavallo acreditar que a Argentina "precisa acabar com a conversibilidade e entrar no regime de flutuação, de modo a começar a resolver definitivamente seus problemas".

:: Digital


:: Mundo

Brasil, México e Argentina têm saída líquida de US$ 3,2 mi
Dados divulgados pelo UBS Warburg mostram que na semana passada as três principais economias da América Latina (Brasil, Argentina e México) registraram uma saída líquida de US$ 3,2 milhões. Foi o primeiro indicador da instituição que indicou fluxo negativo em três semanas
(20010-12-01)

Nokia espera crescimento de 15% nas vendas em 2002
A finlandesa Nokia informou esperar um crescimento de 15% no total de vendas no próximo ano. Somente no quarto trimestre de 2002, a Nokia prevê crescimento de 25% a 35% das vendas.
(20010-12-01)

Empresas ampliarão gasto com tecnologia em 2002 e 2003
As empresas vão aumentar seus orçamentos na área de tecnologia da informação - que envolve informática e telecomunicações - nos próximos dois anos, mas a escassez de recursos fará com que elas sejam mais cautelosas e exigentes na escolha de seus fornecedores. 
(20010-12-01)

Cai a confiança espanhola nos mercados latino-americanos
A confiança das empresas espanholas nos mercados emergentes, entre eles o latino-americano, caiu nos últimos meses, segundo um estudo do Clube de Exportadores e do Centro Espanhol de Relações Internacionais (CERI).
(20010-12-01)

Economia chinesa deve fechar o ano com crescimento de 7,3%
O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da China será de 7,3% no final do ano, segundo divulgou nesta quarta o Escritório Nacional de Estatísticas (ONE), uma taxa muito superior à média mundial, estimada em 1,3%. O país cresceu em média 9,5% entre 1978 e 2000, em comparação com os 2,5% dos países desenvolvidos e com os 5% dos países em vias de desenvolvimento.
(20010-12-01)

:: Trabalho

Pense grande. Comece pequeno. Seja rápido.
Empreendedores de verdade não são sonhadores, são idealizadores. Sabem sonhar, dividem seus sonhos em partes alcançáveis e possuem metas de realização. Simples fórmula que dá resultado. Quem são eles? Somos nós. qualquer pessoa que possua capacidade de sonhar e dividir seus sonhos. Empreendedores enxergam longe, criam alternativas, choram por aquilo que perseguem, constroem seus castelos passo a passo, recuando às vezes, se preciso. Quem já viu uma criança brincando com aqueles "legos (peças de montar)", sabe do que estou falando.
(Omar Alves de Queiroz Filho, 2001-11-18)

A faculdade prepara para o mercado de trabalho?
Você acha que sabe o suficiente para concluir o curso superior e entrar com o pé direito no mercado de trabalho? Se você respondeu que não, saiba que não está sozinho. A maior parte dos formandos acha que existe um abismo entre o que o mercado de trabalho exige e o que a faculdade lhes oferece. Daí, talvez, a grande dificuldade em conseguir o primeiro emprego.  
(Vitória! Jovem, 2001-12-01)