Março de 2002 - edição n.03

Edição anteriores

:: Economia

A dinâmica de mercado da economia chinesa
Nos setores que dependem de concorrência, a economia chinesa livrou-se significativamente do monopólio estatal. Graças à concorrência, as empresas se aprimoram tecnologicamente e aumentam sua eficácia, o que se reflete no aumento da produção e da produtividade, bem como nos custos de produção e no preço 
(Li Tie Ying, 2002-03-25)

Reengenharia: uma excelente opção para o empresário
Com a queda das barreiras alfandegárias e a quebra dos monopólios e oligopólios, as empresas vêem-se obrigadas a reavaliar seus conceitos e valores, partindo para uma reestruturação que as tornem alinhadas aos novos tempos de proliferação da concorrência e acirrada disputa pelo mercado.
(Fernando Gomiero,2002-03-25)

Banco Mundial prevê recuperação da economia global em 2003
O relatório anual de Desenvolvimento Financeiro Global foi divulgado em um momento em que o banco aumenta seus esforços para persuadir os países ricos a abrirem seus mercados e dobrarem a pequena ajuda de modo a atingir uma série de metas projetadas para reduzir pela metade o número de pessoas vivendo com menos de um dólar por dia até 2015.
(Reuters Investor, 2002-03-25)

:: Digital

Empresas têm elevado investimento em informática, aponta pesquisa
A parcela da receita que as empresas destinam a investimentos em informática tem aumentado, de acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV). No começo de 2001, os gastos com tecnologia da informação eram 4,2% da receita líquida das cerca de 1,2 mil médias e grandes empresas analisadas pelo estudo da FGV. Decorrido um ano, a proporção passou para 4,5%. 
(Valor Online, 2002-03-25)

Comércio eletrônico entre empresas cresceu 2,8 vezes em 2001, diz FGV
Segundo o estudo, o mercado de B2B movimentou 1,18% de tudo o que foi transacionado entre empresas. Em 2001, a participação do comércio eletrônico estava em 0,42%. O mercado de business-to-consumer (B2C) cresceu 2,5 vezes e passou a responder em 2001 por 0,35% do total transacionado entre empresas e consumidores. No total, são dois segmentos que movimentaram entre US$ 1,6 bilhão e US$ 2,1 bilhão em 2001, conforme as previsões de Albertin. 
(Valor Online, 2002-03-25)


:: Trabalho

Mulheres em alta no trabalho
Os números também comprovam o crescimento da mulher no mercado de trabalho. De acordo com dados da Fundação Carlos Chagas, no período de 1981 a 1998, o crescimento das mulheres economicamente ativas no país foi de 111%, enquanto que, entre os homens, o crescimento foi de 40%. Hoje, o sexo feminino representa 41% da população economicamente ativa - são 30 milhões de mulheres no mercado de trabalho.
(Oriente-se Editora Educacional, 2002-03-25)

 

a