» Expectativas

Banco Mundial prevê recuperação da economia global em 2003
(Reuters Investor, 2002-03-25)

A economia global irá recuperar-se fortemente da profunda desaceleração no próximo ano, mas o ritmo de crescimento em muitos países não será alto o suficiente para reduzir a pobreza rapidamente, disse o Banco Munidal nesta quarta-feira.

O relatório anual de Desenvolvimento Financeiro Global foi divulgado em um momento em que o banco aumenta seus esforços para persuadir os países ricos a abrirem seus mercados e dobrarem a pequena ajuda de modo a atingir uma série de metas projetadas para reduzir pela metade o número de pessoas vivendo com menos de um dólar por dia até 2015.

O Bird espera que o crescimento mundial atinja 1,3% este ano, fazendo com que a desaceleração em relação à expansão de 3,9% em 2000 seja a maior em 30 anos. "Este tem sido um ano difícil para países em desenvolvimento, associado com a redução do crescimento global", disse o economista-chefe do Banco Mundial, Nicholas Stern a jornalistas.

O crescimento mundial deve recuperar-se no ano que vem a um ritmo de 3,6% mas a retomada provavelmente será desigual.

Para a América Latina e Caribe, o relatório prevê que o crescimento econômico diminua para 0,5% este ano, do 0,6% em 2001. Mas o organismo espera que a região se recupere em 2003, com um crescimento de 3,8%, desde que os país mantenham políticas macroeconômicas sólidas, a Argentina se estabilize e o ambiente externo melhore.

O Banco Mundial disse que os impactos totais das crises da Argentina e da Turquia ainda são incertos.

Ainda segundo o banco, a Argentina deve resolver seus assuntos fiscais e bancários antes de poder receber financiamento do exterior e é inevitável um aumento do desemprego e uma maior queda na produção do país, decorrentes da desvalorização do peso em janeiro.

Estas são as projeções de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) da economia mundial, pelo Banco Mundial em seu relatório anual sobre financiamento para o desenvolvimento:

 
Região 2001 2002 2003
Mundo 1,2% 1,3% 3,6%
Países industrializados 0,8% 0,8% 3,2%
OCDE 0,9% 0,8% 3,1%
Estados Unidos 1,1% 1,3% 3,7%
Japão -0,8% -1,5% 1,7%
Zona do Euro 1,4% 1,2% 3,3%
Países em desenvolvimento 2,8% 3,2% 5,0%
América Latina-Caribe 0,6% 0,5% 3,8%
Ásia Leste e Pacífico 4,6% 5,2% 6,9%
Europa e Ásia Central 2,2% 3,2% 4,3%
Oriente Médio-África do Norte 3,1% 2,7% 3,3%
Ásia Sul 4,3% 4,9% 5,3%
África ao Sul do Saara 2,6% 2,6% 3,6%

 

________________
(Reuters Investor, 2002-03-25)

Fazer comentário

Enviar para amigo

Imprimir a página

Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores ou fontes e podem não expressar a opinião da Economianet