» Opinião

Alca e Mercosul
(Elvis Albert Robe Wandscheer, 2002-11-25)

Estamos diante de uma decisão muito importante para o futuro do país. Optar entre a Alca ou o Mercosul. Não que ambas não possam existir concomitantemente, pois uma não excluiria a outra, mas essa coexistência pode tornar o Mercado Comum do Sul uma integração fictícia à medida que submergiria devido a circunstâncias de intercâmbio com a Alca. Este fato acarretaria uma centralização em torno dos Estados Unidos, podendo acabar inevitavelmente com a autonomia brasileira frente ao Mercosul.

Enquanto o Mercosul constitui-se num projeto diferente, uma associação com o intuito de integrar e fortalecer os países latino-americanos, a Área de Livre Comércio das Américas (ALCA), foi criada pelos Estados Unidos. A idéia começou a ser proposta aos demais membros tomando como base o já existente bloco do Nafta (Área de Livre Comércio da América do Norte), composto por EUA, Canadá e México. Comparando as duas integrações, o Mercosul apresenta-se com um sentido de integração maior que o da Alca, fato que reforça o interesse regional pelo bloco.

As negociações do Brasil com os países integrantes do Mercosul, apesar de todas as dificuldades, já apresentam vários pontos positivos no projeto de integração, porém, seria importante que esse se consolidasse. Temos, no entanto, um grande impasse para que essa consolidação aconteça. A crise da Argentina, que além de prejudicar o comércio interno do bloco, ainda causa muita desconfiança no mercado internacional.

Já o projeto atual da Alca, o Brasil apresenta-se em desvantagem, pelo menos até o presente momento. O setor que teria maior benefício para o país seria o agrícola, pelo grande potencial que possuímos, porém, os Estados Unidos querem deixá-lo de fora da integração. As negociações prosseguem, e talvez consigamos, através de diálogos, chegar a uma posição favorável para o país. Não podemos esquecer que somos um mercado importante e com grandes dimensões. Abrir esse mercado, numa grande associação, enquanto os outros mercados importantes se fecham, seria um acordo desastroso para o país.

Cabe ao novo governo decidir qual será o rumo que o país deve tomar nas negociações com a Alca, e qual será a decisão frente ao bloco regional, pois serão essas posições que irão traçar o nosso futuro comercial na esfera mundial.

____________________
Elvis Albert Robe Wandscheer, estudante do curso de Economia da Unijuí
Outros artigos do autor
 


Enviar para amigo

Fazer comentário

Imprimir a página

Os textos aqui publicados são de responsabilidade de seus autores ou fontes e podem não expressar a opinião da EconomiaNet - www.economiabr.net