Artigos Temáticos :: Internet

Por que as empresas estão investindo na Internet?
Estar na Internet, é estar 24 horas no ar, sete dias por semana, durante todo o ano, como uma espécie de antena de alcance global. Pronta para trocar informações, a um custo baixíssimo, com um mercado mundial crescente de mais de meio bilhão de internautas pertencente às camadas de renda mais altas da população.
(Dailton Felipini , 2002-07-05)

O papel do governo no comércio eletrônico
Há cerca de dois anos, quando tudo o que se relacionava com a tecnologia da informação (TI) crescia a uma taxa exponencial, o governo permaneceu, corretamente, nos bastidores (...) mas agora está cada vez mais claro que o comércio eletrônico (e-commerce) precisa de um empurrão por parte do setor público. Também está claro que o crescimento do e-commerce poderia ser freado por políticas governamentais pouco inteligentes, voltadas à proteção de determinadas indústrias ou ao excesso de regulação no interesse público.
(copyright New Democrats Online, 2002-04-25)

A influência da Internet para a estrutura das companhias
Simplesmente não há verdade em afirmar que custos menores de comunicação levam a companhias menores. De fato, o próprio Coase sustentou que mudanças como o telefone e o telégrafo, que tendem a reduzir o custo de organização espacial, inclinam-se a aumentar o tamanho da firma.
(Hal R. Varian, 2002-02-25)

O Sistema de Pagamentos Brasileiro e os negócios na Internet
Qual a relação entre esses dois assuntos? Sob uma ótica superficial, nenhuma, mas uma análise um pouco mais rigorosa é capaz de estabelecer uma forte ligação entre eles. E quais serão os impactos da reformulação do Sistema de Pagamentos Brasileiro para os negócios na WEB?
(Andre Ferrari de Aquino, 2001-11-04)

Internet já vicia tanto quanto heroína
O número de pessoas viciadas na internet já supera, em alguns países industrializados, o dos dependentes de heroína. Segundo Hurbert Poppe, médico austríaco de uma clínica especializada em curas de desintoxicação para alcoólicos e toxicodependentes, calcula-se que cerca de 3% dos usuários regulares da internet desenvolvam algum tipo de dependência. Ele chama a atenção para a necessidade de se tomar medidas urgentes contra esta nova doença.
(Agência Lusa, 2002-04-01)

Idosos são grandes usuários da Web nos EUA
Uma pesquisa da Pew Internet & American Life Project revela que 15% das pessoas com mais de 65 anos nos Estados Unidos estão online. Em contrapartida, a faixa etária imediatamente anterior – entre 50 e 64 anos – possui um índice bem superior de uso da Web, em torno de 51%.
(Web World, 2001-09-15)

Internautas gastaram mais em 2001
Ainda há muito chão pra caminhar, mas o e-commerce brasileiro vai bem, obrigado. Esta foi a principal conclusão do estudo feito pela e-bit - especializada em pesquisa e marketing online - com mais de 27 mil internautas.
(TCInet, 05/01/2002)

Mulheres compram mais na Net
Pela primeira vez nos Estados Unidos as mulheres superaram os homens nas compras on-line sendo responsáveis por 58% das compras na Internet, durante a época de Natal.
(Reuters, 05/01/2002)

Cresce total de usuários de Internet na Europa
A Europa reúne hoje aproximadamente 25% dos internautas mundiais e apresenta um crescimento contínuo, enquanto os Estados Unidos perdem a hegemonia quando o assunto é total de usuários da Web. Em 1999, o continente europeu tinha apenas um quinto dos usuários mundiais.
Segundo analistas do eMarketer, a distância entre os números dos Estados Unidos e da Europa será cada vez mais estreita.
(Exame, 2001-10-14)

Guerra contra o terrorismo deve desencadear ciberataques 
(IDG Now!, 2001-10-01)
A guerra contra o terrorismo decretada pelo presidente George W. Bush deve incrementar o número de ciberataques contra as empresas americanas, que correm para corrigir vulnerabilidades em sistemas de computadores conectados à Internet.

Internauta brasileiro: jovem, boa renda e inteligente 
(IDG Now!, 2001-10-02)
O internauta brasileiro é, em sua maioria, jovem, pertence ao sexo masculino, é viciado em e-mail, salas de bate-papo, possui segundo grau completo e passa em média duas horas por dia conectado na rede. Tem na mente marcas como UOL, Napster, Itaú, Americanas e Pão de Açúcar. Essas são algumas das informações reveladas na primeira pesquisa iBrands, realizada pelo iBest Company e a Datafolha. 

Brasil é o 2º em crescimento de Internet 
(informou o IDG Now!, 2001-10-02)
O Brasil é o pais com o segundo maior crescimento na Internet. A informação foi divulgada pelo Giga Information Group. Segundo o instituto, há cerca de 17,3 milhões de usuários no País, conectados a 860 mil servidores. Os números mostram que a taxa de pessoas por equipamento no Brasil é de 20 usuários, contra 2,4 usuários por servidor nos EUA.

Internet banking não decola nos Estados Unidos, revela eMarketer
Os serviços de Internet banking não "pegaram" nos Estados Unidos. Apenas de 5% a 10% dos clientes das instituições financeiras usam serviços via Web. É o que revela a pesquisa feita pelo instituto eMarketer.
(Exame, 2001-09-17)

Internet amplia convívio social, diz pesquisador
Ao contrário do que muita gente pensa, a internet não está reduzindo os contatos entre as pessoas nem substituindo-os por relações impessoais conduzidas por computador. A conclusão é de Barry Ellman, do Centro para Estudos Urbanos e Comunitários da Universidade de Toronto, Canadá.
(Folha de S.Paulo, 2001-09-15)

EUA terão pagamento de impostos via web
O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos vai apresentar nesta quinta-feira um sistema para possibilitar o pagamento de impostos via Internet a empresas e cidadãos americanos
(Globo On Line, 2001-09-08)

O e-mail está mudando a vida das pessoas
Uma pesquisa feita pelo Instituto Gallup nos Estados Unidos revela dados sobre e-mail, e mostra que ele pode substituir o correio convencional e até o telefone.
(Instituto Gallup,  2001-08-001)

Yahoo! conseguirá continuar crescendo?
O modelo de negócio em que assentou o Yahoo! nesta fase inicial parece estar esgotado. Ele assentou na facturação de espaço publicitário (os célebres «banners», ou tiras de publicidade nas páginas Web). No caso do Yahoo!, mesmo nas estimativas para 2001, o desequílibrio nas receitas é evidente: 80 a 85% serão provenientes da publicidade e só 15 a 20% virão de áreas consideradas «secundárias».
(Jorge Nascimento Rodrigues, de Portugal, agosto de 2001)

Internautas serão 42,3 milhões em 2006, revela Yankee Group
O estudo “A Second Wave: The Brazilian Internet User Forecast” revela que a segunda onda de usuários da Web será composta principalmente por internautas das classes sociais B e C
(Exame, 19/07/2001)